Inbound e Outbound Marketing: Conheça as diferenças

Compartilhe

Inbound e Outbound

O Inbound e Outbound Marketing são duas formas diferentes de trabalhar as estratégias de marketing de uma empresa.

Enquanto no Inbound Marketing os clientes já estão procurando ativamente por um produto ou serviço, no Outbound são as empresas quem sobem em montanhas e gritam: Ei, temos uma solução aqui!

Mas com os prós e contras das duas estratégias, muitas perguntas surgem na cabeça. E a principal delas é: qual usar no meu negócio?

Para responder essa pergunta, é preciso entender o que é o Inbound e Outbound e conhecer as particularidades de cada um. Assim, ficará mais fácil decidir qual faz mais sentido para seu negócio.

Inbound Marketing: o marketing de atração

inbound e outbound marketing

O objetivo do Inbound Marketing é atrair os potenciais clientes até a empresa, fazer com que eles encontrem você, comunicar-se com eles, entender suas necessidades, ajudá-los e, por fim, vender.

Mas, o mais importante é que o Inbound busca atrair público-alvo e leads qualificados, ou seja, quem realmente tem interesse no seu produto ou serviço.

O inbound marketing usa o marketing de conteúdo como ferramenta para trazer as pessoas certas até você. É necessário focar na criação de conteúdo relevante, que visa resolver os problemas e atenda aos interesses da sua persona.

Por ser tudo em meio digital, ele costuma sair 62% mais barato se comparado aos investimentos em outbound marketing, e ainda apresenta um ROI de 275%, segundo estudos recentes da Hubspot.

A estratégia combina a criação de conteúdo com automação de marketing e possui uma metodologia baseada em quatro ações:

  • Atrair
  • Converter
  • Relacionar
  • Vender

Um pouco mais sobre o Inbound

Todas essas etapas são feitas por meio de ações e técnicas integradas (SEO, blog, mídias sociais, e-mail marketing, landing pages, etc), que são monitoradas por uma ferramenta, assim é possível mensurar e analisar os resultados, para que as táticas sejam aprimoradas continuamente.

Podemos entender que o Inbound é muito importante para vender por meios digitais, mas o Outbound continua relevante no meio off-line.

No cenário atual, com a mudança no comportamento de compra e a presença cada vez maior no ambiente digital, a ideia é atrair consumidores e conduzi-los à tomada de decisão. Para isso, quando assunto é marketing digital, sem dúvidas, o Inbound sai na frente.

O que é inbound marketing : relacionar

Outbound Marketing: o marketing tradicional

O Outbound Marketing, ou o marketing tradicional, tem como principal objetivo trazer clientes oferecendo serviços ou produtos. A ideia é ir atrás do cliente ativamente e não necessariamente gerar o interesse do cliente na sua empresa, ou seja, o foco é vender, vender e vender.

Esse tipo de marketing usa meios como rádio, TV, jornais, revistas, cartazes, patrocínio de eventos, enfim, meios mais tradicionais de publicidade.

Com a recente ascensão do digital, muito se falou na morte do Outbound, mas ele definitivamente não está morto. As pessoas continuam a consumir produtos midiáticos, ainda atendem telefonemas e observam outdoors.

Ou seja, o outbound está mais presente na sua rotina do que você pode perceber e ocupa um importante lugar nos investimentos das empresas.

Hoje, existem diversas dificuldades para esse mercado, como filtros de spam, bloqueio de listas de telefones, entre outros. O público já não é receptivo às mesmas técnicas invasivas de antes e as estratégias são consideradas um tiro no escuro, você está falando com milhares de pessoas. Mas quantas são de fato clientes potenciais?

Ainda que sua mensagem consiga chegar a um lead, sua empresa pode não conseguir de fato conduzi-lo através de sua jornada de compras. É preciso contar com a sorte.

Pontos positivos do Outbound Markeitng

A Abordagem impessoal é uma vantagem: as técnicas de propagandas em televisão e rádio, outdoors e banners, por exemplo, são valorizadas em mercados mais tradicionais ou B2C.

Novos clientes são atraídos mais rapidamente do que pelo inbound marketing, que possui como fundamento atrair o lead, estimular conversões e só então abordar para a venda, gerando um ciclo de venda mais longo.

Pontos negativos

Entretanto, a possibilidade de mensuração fica mais restrita ao meio digital. Para estratégias que envolvem materiais e técnicas físicas, ainda é difícil analisar os resultados, uma vez que dependem de longas, caras e demoradas pesquisas de percepção do público.

Conclusão

Contudo, mesmo com tantas mudanças, ainda estamos expostos a todos esses canais tradicionais, não é mesmo?

Apesar das muitas diferenças, as duas estratégias têm algumas características em comum, afinal, ambas dizem respeito às técnicas de comunicação entre a empresa e o público, ou seja, são duas formas de divulgar uma marca, seus princípios, valores, produtos e serviços.

Além disso, elas têm como objetivo comum e final a captação de clientes para a empresa e, assim, aumentar as vendas e o lucro.

 


E sua empresa? Qual estratégia utiliza?

Conte nos comentários como tem sido sua experiência e quais resultados foram obtidos.

E se ainda tiver dúvidas sobre como implementar uma estratégia de Inbound Marketing efetiva, troque uma ideia conosco e faça um orçamento grátis.

O que é inbound marketing
O que é Inbound Marketing
Como aumentar as vendas com Inbound Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu