Persona: O que é e como criar para sua empresa

Se você trabalha com marketing ou publicidade, é empresário, ou pretende criar e lançar um produto, precisa saber que uma boa estratégia de Marketing Digital precisa ser baseada no público que você deseja atingir.

No entanto, ter somente informações gerais sobre um público não é mais suficiente. Sabemos que as pessoas são muito diferentes e já não caem em um discurso básico de vendas.

Além disso, com a transformação digital, o mundo do marketing se preocupa cada vez mais com o consumidor, e por esse motivo, todas as táticas e o conteúdo que vão compor o seu mix digital precisam ser do interesse do seu comprador ideal.

É aí que entra a persona, ferramenta indispensável para toda e qualquer estratégia de sucesso. Dessa forma você consegue otimizar, segmentar e definir quem é o seu cliente ideal e como se comunicar com ele de forma assertiva.

Neste post, vamos abordar o conceito de persona e mostrar sua importância para um negócio. Ainda vamos ensinar você a criar um modelo de persona ideal para orientar corretamente as ações de sua empresa. Confira!

Definição

Persona, buyer persona ou avatar é a representação fictícia do seu cliente ideal. Ela é baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos seus clientes. Apresenta, também, uma criação de suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Mas, ao contrário de um personagem de ficção, a persona é criada com base em dados do público que você deseja alcançar. Ou seja, nada de “achismos”.

Uma boa definição de persona passa justamente pelo contato com o seu público-alvo. Assim, em uma rápida análise, você pode identificar características comuns entre os potenciais compradores.

Com a persona, você consegue encontrar o tom ideal para interagir com as pessoas e entender suas dores e medos com mais precisão, oferecendo conteúdo e soluções mais adequadas.

Persona x Público alvo

Muitas pessoas confundem esses dois termos, mas a diferença entre eles é bem significativa.

O público-alvo é uma representação mais ampla e geral dos clientes que você quer atingir. Ou seja, ele é composto por um segmento da sociedade que tem características em comum.

Para definir o público alvo, é comum utilizarmos critérios sociodemográficos, como: classe social, gênero, idade, profissão e critérios geográficos como localização (urbana, rural, litoral).

Já a persona vai mais além, com informações profundas, onde todos os detalhes devem ser definidos, como dados geográficos e sociodemográficos que também estão no público-alvo, e informações psicográficas, como nome, sexo, idade, classe social, localização, escolaridade, profissão, etc.

Mas também é essencial ter características comportamentais, como gostos pessoais, sensibilidades a preços de serviços e produtos, qualidade desejada em um produto ou serviço, etc, e critérios psicográficos como personalidade, estilo de vida, valores morais, etc.

Perceba que pensar em estratégias de marketing para alguém que você tenha mais informações faz com que seu conteúdo seja melhor direcionado e mais útil para as pessoas.

Afinal, dentro do público-alvo, existem pessoas com gostos, comportamentos, histórias e necessidades totalmente diferentes e é praticamente impossível fazer algo que converse diretamente com todos as pessoas nesse grupo.

Por outro lado, focando em uma persona, esse processo fica mais simples e as chances de sucesso também aumentam.

Como criar uma persona

Agora é a hora de você pôr a mão na massa.

Para criar uma persona para sua empresa ou negócio, você precisará se orientar pelo perfil de seu cliente típico.

Ou seja, deverá ser guiado pela maioria para responder a algumas questões que vão ajudar a definir o perfil comportamental de sua persona.

Para isso, você pode usar as seguintes perguntas para ajudá-lo a construir uma imagem do seu comprador:

personaVocê precisa ter em mente o que a pessoa responsável pela compra de seu produto ou serviço busca informações sobre a área de atuação da sua empresa. Pense nos assuntos em que ela pode estar interessada, como os problemas relacionados ao seu setor que ela enfrenta no dia-a-dia.

Uma vez encerrado esse processo, você terá uma boa quantidade de dados brutos sobre seus potenciais compradores.

O próximo passo é detalhar o perfil do cliente a partir das respostas obtidas. Com isso, você poderá unificar as informações e elaborar o personagem em um documento.

O segredo é personificá-lo. Crie um nome, idade, profissão e descreva o dia a dia dela. Crie uma historinha se for necessário, com hábitos diários, profissionais e pessoais.

Então, reflita: como pode ser a abordagem e a exposição do conteúdo relacionado ao seu mercado para esta pessoa?

Vale ressaltar que não existe um padrão único, você pode ter 1 persona ou mais, o que deve ser entendido é que, quanto mais personas você tiver, mais conteúdos e estratégias você terá que produzir para CADA uma delas.


 

Ainda tem dúvidas em como uma persona pode te ajudar a produzir conteúdo e estratégias mais assertivas? Nós podemos te ajudar!

Agende um café para conhecer nossa agência ou entre em contato com a nossa equipe diretamente pelo site.

Join Us Today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Share With Friends

Menu